Skip to main content

Comer na Casa Acuña (Isla de Ons) – Nabia Naviera

A Casa Acuña foi fundada em 1945 por Jesús Acuña, um chefe de ilha. Foi sempre um ponto de encontro de todos os marinheiros e, graças à união de Jesús (com as redes) e da sua mulher Rosa (na cozinha), tornou-se o melhor restaurante da ilha de Ons. Rosa Acuña, especialista em todos os tipos de caldeiradas, passou o testemunho à sua filha Palmira, que já ganhou vários prémios: o primeiro prémio na preparação de polvo no festival gastronómico de Bueu, ou o prémio honorário de melhor pulpeira da Galiza depois de ganhar o III Concurso Pulpeiras realizada durante o Fórum Gastronómico de Santiago em 2012.

O polvo é o prato mais típico da ilha de Ons. Há dois séculos que os seus marinheiros se distinguem na pesca deste cefalópode, que até há pouco tempo era capturado por métodos tradicionais. É preparado à moda da ilha, ou seja, em caldeirada: polvo cozido com batatas e coberto com um molho de azeite, alho, cebola e colorau. Também é preparado à feira, acompanhado de cachelos (pedaços grandes de batata cozida), ou grelhado, com cebola, com feijão, em empadas ou croquetes. Por isso, é imperdoável não vir a Ons e não visitar a Casa Acuña.

Para além de um bom serviço, na Casa Acuña pode também saborear outros pratos típicos acompanhados pelos melhores vinhos galegos. Todos os produtos são frescos, provenientes das Rias Baixas: polvo, marisco e peixe; e a cozinha é caseira, com uma preocupação de qualidade. Um prato tradicional da ilha é preparado todos os dias para confirmar estas observações.

A Casa Acuña está aberta da Páscoa a outubro e, no final de junho, celebra o Festival do Polvo em Ons. Dispõe de duas salas de jantar com capacidade para 200 pessoas.

¿Tienes alguna duda?

Nuestro equipo a tu disposición para resolver tus dudas.

× WhatsApp